Inferno EP

by Chinfrapala

/
  • Streaming + Download

     

1.
00:35
2.
3.
02:14
4.
04:05
5.
02:25

about

INFERNO é um EP composto e gravado em apenas uma tarde. Sintetizadores, computadores, softwares, ruídos e efeitos em serviço da criação de um ambiente onde a beleza e a tensão coexistam. Onde o Inferno se faça presente. Onde explosões preencham o espaço, como num buraco negro. E tudo faça sentido.

credits

released January 28, 2014

CHINFRAPALA é um coletivo musical de Fortaleza formado por artistas que desenvolvem, sozinhos ou em grupos temporários, vários projetos paralelos e independentes, criando experimentações e performances com música, literatura, e imagem.

Lançado pelo selo digital SuburbanaCo
suburbanaco.bandcamp.com / suburbanaco.tumblr.com

tags

license

all rights reserved

about

♦ chinfrapala ♦ Fortaleza, Brazil

música eletrônica em Fortaleza/CE, pesquisadores e criadores em conjunto no cinema, na poesia e na música, experimentando sempre, talvez buscando algo.

contact / help

Contact ♦ chinfrapala ♦

Streaming and
Download help

Track Name: Esolbma
Composição: Chinfrapala
Poema:

PENUMBRA

Insurgentes
nuvens
de outrora
desceram
ruidosas
sobre
aquilo
que um dia
pensávamos
ser.

Agora,
uma neblina
permanece
aqui,
densa e
agoniada:
projetando
sobre os telhados
a sombra
pesada
da morte.

Tito de Andréa & Tuan R. Fernandes
Fortaleza
Junho de 2013
Track Name: O Inferno É em Toda Parte
Composição: Chinfrapala
Poema:

ANJOS
Para Henrique Viudez

Suas mãos
&
suas pernas
como patas de muitos ursos
ou
diversos felinos
lentamente,
a acariciar o tecido do céu
e desfazer
seus trançados.

Me ensinaram
que o inferno é em toda parte
e que fora deles
não há nada que possa manter-se
íntegro por muito tempo.

Dentro de seus corpos,
entretanto,
não há espaço para que floresça a vida
ou que cresça algo
que não moscas
ou
arruinadas abominações.

É um aborto
tudo o que é por eles tocado.

Aos pares me chegam,
de mãos dadas,
cantantes e brincalhões.

Meu pai me disse uma vez
que de onde eles vem,
não há tempos de brincar.

Logo aparecem
se evolam
dançando um pesadelo íntimo,
indecifrável
e pouco confortável.

Seus olhos de muitas asas,
refletem libélulas,
gansos mutilados,
ambloses grotescas,
teratomas nevrálgicos
e despertam visões
do tempo em que de pedras
eram feitos os deuses
e suas bocas falciformes
despejavam anemia
por sobre os primeiros homens
raquíticos, de tão pobres.

Seus cabelos
de muitos azorragues
&
sua respiração
de ostentosa tempestade
lembrariam a dança bêbada
dos elefantes
e dos ornitópteros,
não houvesse neles
uma leveza de devastação atômica.

Ato contínuo:
é preciso que estejam quedos.

Seu despertar
e sua iluminação esporádica
levar-nos-iam
ao mais voluptuoso dos aniquilamentos:

agora eu sei.

Tito de Andréa
Fortaleza
Junho de 2013
Track Name: Umbral
Composição: Chinfrapala
Instrumental
Track Name: Ghoul
Composição: Chinfrapala
Instrumental
Track Name: Azazel
Composição: Chinfrapala
Poema:

MASSACRE, ATROCIDADE, TORTURA
Para Lucas Dib

No meu peito,
onde as raízes da cidade florescem
as dobradiças rangem.

Tito de Andréa
Fortaleza
Setembro de 2011